Curiosidades

Lutas entre Robôs

Batalhas de robôs gigantes , como vemos em filmes de ação e de ficção científica, estão cada vez mais próximas de se tornarem uma realidade com as famosas lutas de robôs que temos atualmente. Ou seja, é uma questão de tempo até chegarmos a ver lutas incríveis de robôs gigantes, que fariam o Michael Bay (diretor do filme Transformers) ficar boquiaberto.

As batalhas de robôs são competições em que duas ou mais máquinas se enfrentam em um campo de batalha, até restar apenas uma funcionando. E para isso, diferentes técnicas envolvendo as mais diversas áreas da robótica são utilizadas. Na maior parte dos casos, essas competições envolvem veículos de controle remoto e não propriamente robôs autônomos. Esses combates fazem tanto sucesso nos Estados Unidos que são televisionados e têm direito a campeonatos, patrocínio e até mesmo comentaristas profissionais.

O desenvolvimento desses robôs não é feito apenas por grandes engenheiros ou empresas especializadas: existem diversos campeonatos alternativos, que admitem a inscrição de pessoas das mais diversas idades e profissões. O mais interessante por trás das batalhas de robôs são a resolução de problemas, o pensamento lógico e a utilização inteligente de informações sobre os oponentes e a arena envolvida. Ou seja, qualquer pessoa tem a capacidade de aprender a fabricar robôs e participar de competições.

A primeira competição envolvendo uma batalha de robôs aconteceu no ano de 1989, organizada pela Denver Mad Scientists Society, sendo a primeira a envolver um prêmio e um vencedor oficial. A regra era que nenhum dos robôs tivesse mais que 9 quilos e que suas dimensões não ultrapassassem 30 centímetros. Entretanto, dispositivos e anexos poderiam ultrapassar essas medidas. A Robot Wars foi a primeira competição do tipo a ser televisionada. Veiculada na BBC, no Reino Unido, ela fez bastante sucesso entre 1998 e 2004 e deu espaço ao surgimento de mais transmissões do tipo para a TV.

Com o passar do tempo algumas restrições, como restrições de construção e categorias de pesos foram implementadas, com o objetivo de deixar as lutas mais justas. As primeiras competições não utilizavam um sistema de categorias de peso, o que podia deixá-las bastante desbalanceadas. Com essa determinação, a tarefa das equipes e das pessoas que costumam participar dessas competições é colocar o máximo de potência no mínimo peso possível.

Postagem escrita pelo voluntário do Capítulo Gabriel Lacerda.