Dúvidas Frequentes

Por Que Participar de Competições

É claro que a motivação pessoal de um participante sempre será um fator determinante em seu desejo por vencer e participar de competições de modo geral. Mas, dentro da visão das experiências oferecidas pelo Capítulo Estudantil IEEE RAS UFCG, quais outras vantagens e também possibilidades podem ser observadas para aqueles que buscam torneios e desafios?

Premiações

É inegável que muito além da emoção de estar participando de uma competição e testando as suas competências, vencer no final de tudo e receber uma premiação de acordo não tem preço. Ainda mais quando a premiação em questão pode agregar de alguma forma em suas habilidades.

A exemplo disso, temos o RASckathon promovido no evento RASWEEK, que teve como objetivo incentivar propostas acerca da temática “Robótica e Automação na Saúde”. Como prêmio principal, a equipe vencedora recebeu tutoria profissional para desenvolver e aplicar essa ideia no contexto atual. Além do mais, as colocações anteriores receberam cupons em lojas especializadas em tecnologia.

Networking

As conexões desenvolvidas entre pessoas que desfrutam de um mesmo objetivo em comum também são algo a se considerar. Competições relacionadas a robótica são geralmente realizadas em equipe. Dessa forma, além de estreitar laços com sua própria equipe, o mesmo pode ocorrer com os mentores da competição.

Um fato curioso que representa isso, foi o Torneio Juvenil de Robótica de 2019. Por meio das capacitações oferecidas às equipes que decidiram representar a RAS UFCG, depois de tantas noites trabalhando no laboratório, tantos circuitos que foram queimados e toda a ajuda que foi trocada, um laço se firmou. Como resultado disso, temos atualmente 4 voluntários que participaram dessa competição na diretoria do capítulo.

Evolução e Prestígio

Ademais, também é muito válido considerar todo o conhecimento que é agregado durante o desenvolvimento do projeto. Apesar de alguns pré-requisitos existirem com frequência, dificilmente um participante chegará lá sabendo tudo que é necessário para desenvolver sua ideia. Ou mesmo se ele não cumprir os pré-requisitos impostos, o mesmo pode usufruir do tempo até a competição para adquiri-los. Tudo nessa fase pode agregar conhecimento.

Por fim, há sempre o prestígio em representar uma causa. Caso haja a vitória, será um título que você trouxe para a sua equipe ou para o grupo que você representa. Caso contrário, será um experiência que poderá trazer frutos maiores no futuro ou até mesmo servir de ponte para um novo objetivo a ser conquistado.

Conclusões

Dessa forma, embora instigado, você pode estar se preguntando por onde deve começar a participar de competições. No contexto atual, há bastantes competições no estilo Hackathon sendo desenvolvidas, onde o participante tem um limite de tempo reduzido para propor soluções a um problema de forma intensiva. Sempre que possível, buscamos divulgar os Hackathons conhecidos em nosso grupo do Whatsapp ou Instagram.

Também temos um projeto que busca desenvolver um time de futebol de robôs para futuras competições na categoria IEEE Very Small Size Soccer, o qual será abordado no Chatting to RAS dessa sexta feira (26/06) na plataforma IGTV de nosso Instagram. Por fim, convidamos todos a ficarem ligados em todas as nossas redes sociais, pois, ainda esse ano, teremos uma novidade nesse sentido relacionada a RAS UFCG.

 

Postagem escrita pelo webmaster do Capítulo Matheus Cardoso.