RASenha

RASenha #4 – The Age of A.I. (série documental)

Na quarta edição do RASenha, trazemos para você, caro leitor, mais um documentário relacionado à tecnologia, mas dessa vez no modelo de série. Hoje iremos falar sobre o The Age of A.I. (A Era da IA, em tradução livre), a famosa série do YouTube Originals sobre Inteligência Artificial, que é apresentada e narrada pelo ilustre Robert Downey Jr., popularmente conhecido como o Homem de Ferro do Universo Cinematográfico Marvel.

Tendo sua estréia em 2019, a série documental tem atualmente uma temporada distribuída ao longo de 8 episódios, estando todos disponíveis gratuitamente na plataforma do YouTube, com cerca de 30 a 40 minutos cada e podendo ser facilmente acessados por qualquer pessoa que tenha interesse em assistir. Outro ponto importante é que todos os episódios têm legendas em português, tornando os vídeos ainda mais acessíveis.

Nela, é apresentado o conceito de inteligência artificial (IA), denominando-a como um ramo da ciência da computação que trata do comportamento inteligente dos computadores, e ao longo das cenas, é apresentada essa definição dentro de algumas aplicações utilizadas no dia-a-dia atual da população em diversos locais do mundo e como ocorre essa interação da ferramenta com o homem. 

Desde assuntos como avatares, próteses, uso nos esportes, no setor automobilístico, na área da saúde, na indústria alimentícia ou até mesmo a atuação da IA nos programas espaciais relacionadas a Marte, todos são exibidos e muito bem trabalhados. Além desses, a série desenvolve outros assuntos e também tópicos relacionados diretamente com o tema de inteligência artificial, tais como: machine learning (aprendizado de máquina), deep learning, reinforcement learning (aprendizado por reforço), visão computacional, reconhecimento de voz e reconhecimento de imagem. 

Com isso, a obra consegue desenvolver com êxito todo esse tema, tendo uma narrativa envolvente, dinâmica e instigante, e uma explicação bem construída, fazendo com que o interesse no assunto aumente a cada novo episódio e você maratona todos eles como faz com aquela sua série favorita da Netflix. 

Ademais, o documentário ainda é capaz de abrir a sua perspectiva, fazendo você imaginar o quão longe essa tecnologia poderá chegar e como será no futuro sua relação com a sociedade e o meio ao qual está inserida. E como você já estará no YouTube, não deixe de conferir o nosso canal “Capítulo Estudantil IEEE RAS UFCG” e todos os excelentes conteúdos que disponibilizamos por lá.

 

Postagem escrita pela voluntária do Capítulo Tâmara Ruth.